Publicidade

Massagem dermoconjuntiva suaviza rugas e melhora a flacidez facial.


A massagem dermoconjuntiva se utiliza de inúmeras manobras manuais capazes de estimular o reposicionamento da musculatura facial e do pescoço, áreas em que a técnica é normalmente aplicada. Ela proporciona mais firmeza e vigor, colaborando para a suavização de rugas e sulcos e melhorando o aspecto de flacidez facial.



Quem pode fazer a massagem dermoconjuntiva?

É notório que o contacto manual, seja ele mais vigoroso ou brando, é capaz de trazer benefícios ao receptor da técnica, pois através da massagem a circulação sanguínea do local é também estimulada e activada, aumentando o metabolismo e a oxigenação do tecido, além da sensação de bem-estar que proporciona. 

Com a activação circulatória a massagem dermoconjuntiva facilita a oxigenação na área tratada e em todos os tecidos faciais e pescoço, o que, por sua vez, promove homogeneidade à pele e melhora sua textura e qualidade, estimulando o tónus muscular (estado de tensão normal do músculo). Isso proporciona um aspecto mais jovem da pele e a redução dos sinais do envelhecimento. 

Caso não seja realizada por profissional qualificado, a massagem dermoconjuntiva perde sua efectividade e seus benefícios. O estímulo errado pode, em vez de suavizar e desmarcar rugas, reforçar o padrão da actividade muscular que promove tal expressão facial e reforçar a ruga ou o sulco.

A falta de estímulo suficiente na musculatura em questão também pode suprimir a resposta sobre a flacidez facial, neste caso quando causada por diminuição do tónus ou estímulo muscular. 
O estímulo exacerbado na massagem dermoconjuntiva também não colabora positivamente para o tratamento, sendo de extrema importância a necessidade do conhecimento da correta ginástica muscular facial e actividade muscular. Portanto, o ideal é fazer esse tipo de massagem com um fisioterapeuta habilitado.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.