Publicidade

Disfunção eréctil, saiba quais são os sintomas!



Publicidade.


É um problema que pode acontecer eventualmente ou se tornar permanente, originando a temida impotência sexual. A disfunção eréctil pode ser orgânica ou psicogênica (provocada por factores psicológicos). Organicamente, o distúrbio pode ser causado pelo uso de medicamentos, por problemas de vascularização, hormonais ou neurogênicos. Conheça melhor os sintomas desse distúrbio e seja capaz de identificá-lo!

INCAPACIDADE EM OBTER E MANTER A ERECÇÃO
O homem com disfunção eréctil pode até conseguir uma erecção, mas não consegue manté-la até o final da relação. Para uma melhor avaliação, considere que essas dificuldades ocorrem em uma a cada quatro relações sexuais satisfatórias ou que elas se prolongam por mais de um mês.

DEMORA EM CONSEGUIR A ERECÇÃO
O tempo necessário para obter a erecção é bem mais longo do que habitualmente. Pode acontecer ainda que esse tempo de espera seja maior em determinadas posições.

MENOR ERECÇÃO OU RIGIDEZ INSUFICIENTE
A disfunção eréctil pode se caracterizar por uma erecção pequena, menor que o normal (o pénis não adquire o comprimento e a tumescência esperadas). Ou a erecção pode não ser rígida suficientemente para garantir a devida penetração – implicando na impossibilidade da relação ou em uma relação insatisfatória e frustrante.


Publicidade.


ESFORÇO ELEVADO PARA MANTER A ERECÇÃO
Pode ser necessário, depois de conseguida a erecção, esforçar-se demais para mantê-la. Nesse caso, o homem precisará de maior concentração, de apoio constante da parceira e de frequentes estímulos sexuais. Essa situação acaba por tornar a relação menos prazerosa e mais complicada, o que pode levar ao desgaste de um ou de ambos os parceiros.

O ORGASMO É ATINGIDO MAIS RAPIDAMENTE
Outra possível consequência da disfunção eréctil é a ejaculação precoce. O homem pode atingir o orgasmo em período relativamente curto ou sem uma erecção total do pénis, ou seja, o pénis não apresenta rigidez suficiente, mas ainda assim, o homem ejacula.

AUSÊNCIA OU REDUÇÃO DAS EREÇÕES ESPONTÂNEAS
O homem com disfunção eréctil pode não apresentar ereções espontâneas pela manhã ou durante a noite. Em alguns casos, ele apresenta esses períodos, mas com ereções menores, incompletas ou menos intensas.

Todo homem normal passa 20% do sono em erecção e essas ereções são parecidas com aquelas conseguidas durante a relação sexual. A ocorrência dos episódios de erecção nocturna é prova de que a saúde sexual masculina anda bem.

DIFICULDADE EM MANTER ERECÇÃO COM PARCEIRAS DIFERENTES
Às vezes, o homem apresenta disfunção eréctil ao praticar sexo com parceiras diferentes, limitando a sua actividade sexual. Pode ser que só consiga erecção satisfatória com uma e, com o passar do tempo, o distúrbio pode acabar comprometendo essa relação também. O homem com saúde sexual apresenta, de modo geral, desempenho satisfatório com parceiras diversas.

Publicidade.


OUTROS SINTOMAS E CAUSAS
Outros sintomas, pelos quais se determina a disfunção eréctil, podem ser atrofia e ausência dos testículos, pénis deformado (curvatura exagerada do membro), redução dos pelos corporais, doença vascular periférica e problemas no sistema nervoso.

Se já apresenta alguns desses sintomas, é hora de procurar um médico. Cuide de sua vida sexual e seja mais feliz! Existe tratamento para o problema, não se sinta desanimado ou mal. Esclareceu as suas dúvidas? Comente abaixo e deixe a sua opinião sobre a matéria. 

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.