Publicidade

É possível engravidar tomando pílula? Veja o que o Médico diz sobre o assunto!

Muitas mulheres tomam pílula para não engravidar e acabam se surpreendendo com uma gestação não esperada. Afinal, será que o anticoncepcional não previne totalmente a gravidez?


"Os anticoncepcionais orais combinados, que contêm estrogénio e progestagénio, têm a função de bloquear a ovulação e representam o método contraceptivo mais utilizado no mundo. Mas não são métodos infalíveis mesmo utilizando de forma adequada. As pílulas têm eficácia de cerca de 98%", explica o ginecologista e obstetra Sergio Kobayashi, do laboratório Alta Excelência Diagnóstica.

O principal erro é esquecer de tomar a pílula. Nesse caso, o médico explica que se houver menos de 24 horas deve-se utilizar imediatamente o comprimido, tomando a seguinte no mesmo horário regular. Após 24 horas de esquecimento, deve-se ingerir duas pílulas no horário regular e tomar o restante da cartela de maneira habitual. Se esquecer mais de dois comprimidos, ele orienta a utilização de preservativos durante sete dias, tomando as pílulas restantes de forma regular.

O que diminui o efeito da pílula?
Além do esquecimento, há também algumas situações que podem diminuir a efectividade da pílula, como vómitos e diarreias por mais de 24 horas, que dificultam a absorção do comprimido, e o uso concomitante de algumas medicações, como anti-convulsivantes e antibióticos, que podem alterar a acção de ambos.

Engravidar tomando pílula
Se a mulher engravidar, quando a cartela de anticoncepcionais chegar ao fim pode acontecer um sangramento de causa obstétrica, não uma menstruação. E, quando a gravidez for descoberta, o uso da pílula deve ser imediatamente interrompido e um médico deve ser consultado. "Tomar pílula estando grávida pode fazer mal para o bebé. Os riscos aumentam se continuar tomando por muito tempo", diz. 

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.