Publicidade

Segundo estudos criticar as mães faz mal a saúde.


As mães de crianças pequenas enfrentam numerosas decisões parentais difíceis, a começar pelas escolhas sobre os hábitos de alimentação e sono, disciplina, saúde e segurança. Algumas mães conseguem estabelecer alguma rede de suporte que oferece encorajamento durante os desafios de criar um bebé. Outras mães enfrentam a negatividade e precisam adivinhar sobre as melhores decisões a serem tomadas.

Familiares próximos são principais críticos

Uma pesquisa nacional realizada pelo C.S. Mott Children’s Hospital sobre a saúde da criança conseguiu estabelecer uma amostra norte-americana de mães de crianças de 0 a 5 anos sobre suas percepções sobre as críticas a respeito da sua postura frente à maternidade.

A maioria das mães diz ser criticada por suas escolhas mais frequentemente por sua própria família, seus sogros (31%) ou seus próprios pais (37%). Por outro lado, essas mesmas mães relatam serem menos criticadas por colegas e amigos (14%), outras mães que se encontram em público (12%), comentaristas em redes sociais (7%), provedor de cuidados de saúde de seus filhos (8%) ou babas (6%).

Cerca de 1 em cada 4 mães (23%) foram criticadas por três ou mais grupos.

No geral, 62% acreditam que as mães recebem muitos conselhos inúteis de outras pessoas, enquanto 56% acreditam que as mães são muito culpadas e quase não recebem crédito pelo comportamento de seus filhos.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.