Publicidade

Saiba qual é a solução para o problema de Testosterona baixa.

Todo homem produz um hormônio de nome testosterona que está directamente ligado à actividade sexual, à produção de esperma, à libido e à formação e manutenção de características consideradas masculinas. Para que tudo isso continue funcionando bem, é necessário que o organismo consiga manter uma produção desse hormônio que seja suficiente e equilibrada, mas nem sempre isso acontece, tendo como resultado um nível de testosterona baixa. Alguns homens precisam fazer suplementação, visto o nível de testosterona baixa, e a reposição bioidêntica surge como uma óptima alternativa. Você a conhece?

TESTOSTERONA BAIXA
Como você viu, o hormônio é extremamente importante, mas quando o homem chega aos 30 anos de idade, a produção pode começar a diminuir. Embora essa redução seja variada de homem para homem, muitos já precisam se preocupar em repor o hormônio quando chegam aos 50 anos.

Através dessa reposição, há uma preocupação em preservar a libido, o bem estar, a massa muscular, entre outros, ou seja, é praticamente essencial para a qualidade de vida. Até hoje, essa reposição é feita aqui no Brasil por meio de aplicações injectáveis do hormônio por via intramuscular, com no mínimo uma aplicação a cada três semanas. Dentre as alternativas, estão também o uso do gel ou do adesivo que é diário.

HORMÔNIOS BIOIDÊNTICOS
Os hormônios bioidênticos podem ser uma nova forma de utilização à fim de evitar o nível de testosterona baixa. Estes hormônios são produzidos em laboratório e são iguais ao que o corpo humano produz. Com isso, agem naturalmente no organismo, como se o próprio corpo o tivesse sintetizado.

Como qualquer outro hormônio ou medicamento, ele deve ser administrado nas doses que respeitem a condição fisiológica individual, servindo como uma reposição e nunca aumentando a quantidade de hormônio circulante acima da quantidade considerada normal.

A boa notícia é que a testosterona bioidêntica já existe e foi aprovada pelo Food and Drug Administration dos EUA (FDA), em 2010. Com ela, será possível ficar longe das agulhadas e fazer a reposição em casa, sem desconforto algum.

A solução de reposição hormonal é passada nas axilas, como um desodorante comum, isso facilita o dia-a-dia do homem que possui níveis de testosterona baixa, como dito anteriormente. Esta metodologia de reposição, se torna facilmente como um hábito, a ser utilizado em sua rotina diária, já que a aplicação é igual ao de um desodorante. A testosterona bioidêntica que há nesse novo tratamento, pode ser dosada no sangue. Isso facilita muito para que o ajuste da dose individual seja feito.

Outro ponto interessante é que o próprio frasco vem com um dispositivo que dosa o hormônio. Cada aplicação corresponde a 30mg de testosterona. Como a dose de início costuma ser de 60mg por dia, basta fazer uma aplicação em cada axila, ou seja, 30mg em cada. Depois disso, o médico fará o ajuste necessário até chegar à quantidade ideal.

É válido ressaltar que essa reposição só deve ser feita com orientação e indicação médica, em casos nos quais o homem realmente tenha uma deficiência hormonal. 

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.