Publicidade

Você sabe qual a verdadeira relação entre a cafeína e o stress? Conheça!

Especialmente no Brasil, o hábito de beber café é bastante comum, assim como o consumo de outros produtos que são ricos em cafeína. Graças a isso, o que não faltam são alertas médicos sobre o abuso dessa substância e sobre os perigos que a saúde corre. Uma questão nem sempre abordada, entretanto, diz respeito à relação entre a cafeína e o stress e como esse consumo pode afectar um quadro desse tipo. Por isso, continue acompanhando e conheça qual a verdadeira relação entre a cafeína e o stress.


O EXCESSO DE CAFEÍNA (CAFÉ)
O café é conhecido por conter uma substância conhecida como cafeína – daí o nome. Apesar disso, ele não é o único alimento que contém essa substância, já que refrigerantes, chocolates e alguns chás também apresentam a cafeína em sua composição. Essa substância é responsável por causar uma aceleração no metabolismo, na frequência cardíaca e na actividade corporal em geral.

Se consumida em excesso, a cafeína pode fazer com que o corpo sofra uma aceleração muito intensa e acima do normal. Como resultado, o corpo passa a experimentar um stress muito maior, já que há um fluxo muito grande de informações e sensações ao mesmo tempo. Segundo um estudo da Universidade de Durham, na Grã-Bretanha, o excesso de cafeína pode ser responsável por alucinações, o que certamente gera um efeito ainda mais intenso de stress.

Além disso, a cafeína também é conhecida por estimular a produção de hormônios da glândula supra-renal, especialmente a adrenalina e a noradrenalina. Em grandes quantidades, esses hormônios são conhecidos como responsáveis por quadros de stress.

O CONSUMO MODERADO
A relação entre cafeína e stress, entretanto, não é de todo ruim. Se consumida em quantidades moderadas, a cafeína pode, na verdade, ajudar a combater o stress, especialmente quando a pessoa sofre co uma sensação de letargia e incapacidade.

Isso se deve ao fato de que a cafeína é um estimulante e que pode fazer com que o organismo fique mais desperto e mais ativo. Se for consumida dentro de uma quantidade razoável, a cafeína pode servir como uma medicação para o stress segundo descobertas de pesquisadores da Alemanha.

Além disso, muitas vezes o ato de tomar um café possui um efeito psicológico nas pessoas. Isso significa que geralmente tomar um café significa fazer uma pequena, mas útil pausa na rotina para degustar a bebida. Nesse sentido, a cafeína também pode ser benéfica para o stress do ponto de vista psicológico.

A RESPOSTA DEFINITIVA DA RELAÇÃO ENTRE A CAFEÍNA E O STRESS
Com isso em mente, não dá para dizer que a cafeína é somente boa ou apenas ruim para o stress, já que tudo vai depender da dose que o organismo vai receber. Quem está experimentando um quadro de stress pode se ver um pouco melhor se consumir uma quantidade moderada de cafeína.

Por outro lado, quem consome uma grande quantidade pode começar a experimentar os efeitos do stress causados pelo distresse do organismo. Quem já estiver em um quadro de stress e abusar da substância, provavelmente sofrerá ainda mais com os efeitos dessa substância.

A verdadeira relação entre a cafeína e o stress não é uma via de mão única, já que tudo depende do caso em que ela vai ser consumida e também da quantidade a ser ingerida. No geral, um pouco de cafeína pode ajudar na estimulação e alívio do estresse, mas, em geral, essa substância é responsável por acelerar o organismo e causar estresse ao longo do dia. Na dúvida, é sempre melhor moderar no consumo para proteger o organismo e evitar que o stress atrapalhe.

Você já tinha pensado sobre a relação entre a cafeína e o stress? Como são seus hábitos de consumo dessa substância? Conte para a gente nos comentários!
   



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.