Publicidade

Segundo estudos, não sentir o cheiro da comida ajuda a emagrecer pois acelera metabolismo

A combinação de temperos e ingredientes que resultam nos aromas particulares de cada prato é, sem dúvida, um dos grandes prazeres que temos na vida. Mas o cheiro sempre tão agradável de uma comida saborosa pode ser também um dos vilões do processo de emagrecimento.

O aroma dos alimentos, de acordo com um estudo feito pela Universidade da Califórnia, EUA, pode fazer uma pessoa engordar e não somente por aumentar o apetite, mas também por provocar alterações fisiológicas e lentidão no metabolismo que fazem com que algumas pessoas ganhem peso.


CHEIRO DA COMIDA PODE ENGORDAR
Para chegar à conclusão, os pesquisadores submeteram três grupos de ratos de laboratórios obesos a uma mesma dieta altamente calórica e mediram o peso e a velocidade de seus metabolismos.

Ao interferir com os genes dos animais, os cientistas interromperam o sentido do cheiro em um grupo. Outro grupo ficou com o senso normal do olfato, enquanto o terceiro tinha o seu sentido do olfato melhorado.

O trabalho científico mostrou que, mesmo comendo os mesmos alimentos nas mesmas quantidades, os animais que não podiam sentir cheiro perderam peso em comparação com aqueles que eram capazes de captar aromas. E mais: os ratos com olfato melhorado mais que dobraram de peso.

De acordo com o grupo de cientistas, o sentido do olfato ajuda a controlar nosso metabolismo e deixar de sentir o cheiro da comida pode fazer com que você queime calorias em vez de armazená-las no corpo.

Os pesquisadores também sugerem que existe uma relação entre o sistema de cheiro e as regiões do cérebro que regulam o metabolismo, como o hipotálamo, embora os mecanismos exatos de como isso acontece ainda sejam desconhecidos.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.