Publicidade

Você sabia que produto antigo e barato pode salvar o bebê dos problemas de pele? Veja o que a médica diz!


Um estudo feito nos Estados Unidos mostrou que não é preciso nenhum produto caro para prevenir os problemas de eczemas na pele dos bebês, que causam inflamações e irritações. De acordo com os pesquisadores, a melhor opção para este problema é um item bem simples de encontrar e muito acessível: a vaselina.




PRÓS E CONTRAS DA VASELINA NA PELE DE BEBÊS
De acordo com a pediatra Daniela Guimarães, do Centro Médico Oncológico de Poços de Caldas (MG), a vaselina é um ótimo hidratante para o corpo por ter propriedades umectantes e emolientes. Assim, realmente é uma boa indicação para crianças que têm eczemas - também chamadas de dermatite atópica, ou seja, problemas de pele causados por uma hipersensibilidade a fatores alérgenos como poeira, ácaros, entre outros. "Uma grande vantagem da vaselina é o custo. Para famílias de baixa renda, seria um hidratante excelente com custo bom, diferente da maioria dos hidratantes indicados, que costumam ser muito caros", afirma.

O ponto negativo, segundo ela, é que o produto é extremamente grudento e, por causa desse aspecto, as famílias acabam não usando. "Ainda mais no calor, passar vaselina na pele e sair no sol, suar, fica um aspecto muito ruim. Então a gente acaba indicando outros cremes à base de glicerina, cold cream ou mesmo à base de vaselina, que ajudam a aliviar e melhorar a pele do bebê. Quando está com muita eczema, cascas mais grossas, indicamos também corticóide tópico sobre as lesões quando estiveram muito evidentes", diz.




PREVENÇÃO DE PROBLEMAS NA PELE
A pesquisa, feita pela Oregon Health & Science University com 124 bebês, mostrou que o risco de ter irritações na pele diminui em 50% em bebês que são hidratados com vaselina no corpo todo, todos os dias, até os seis meses de idade. A análise foi feita com diferentes hidratantes, que não obtiveram o mesmo potencial no resultado final.

Em relação ao efeito preventivo, como aponta o estudo americano, a pediatra diz que ainda não conhece e, por isso, não pode afirmar. "Mas como tratamento a gente usa muito", explica. Os próprios pesquisadores admitiram que ainda é preciso fazer estudos mais profundos, especialmente em bebês com mais de seis meses.




COMO TRATAR ECZEMAS
A pediatra explica ainda que o principal tratamento da dermatite atópica é a hidratação da pele. E a vaselina pode ser usada para isso. "É preciso hidratar a pele para melhorar o problema e depois manter o uso para evitar que volte. Muita gente, depois que melhora, para de usar e então as lesões surgem novamente. Por isso o ideal é o uso contínuo, passando duas vezes ao dia, como hidratante mesmo, e lavando normalmente no banho", indica.

Outro cuidado importante é em relação aos banhos do bebê. "É preciso evitar o uso excessivo de sabonetes, banhos quentes ou muito demorados, que desidratam a pele. O sabonete deve ser neutro e usado em quantidade mínima. E nunca usar bucha. O banho deve durar entre 5 e 10 minutos no máximo. Se a criança não estiver muito suada, pode lavar somente as partes mais expostas, como pés, mãos, axilas e região genital. No restante do corpo, apenas passar uma água", orienta.

É necessário ressaltar também que, havendo qualquer problema na pele do bebê, um pediatra deve ser consultado para que possa avaliar o quadro da melhor forma e indicar o tratamento mais adequado.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.