Publicidade

Conheça as principais causas para infertilidade masculina, e como tratar

As principais causas de infertilidade no homem são varicocele, infecções no sistema reprodutor, alterações na produção de hormônios ou problemas genéticos.

O tratamento da infertilidade no homem normalmente é feito de acordo com a causa do problema, podendo ser feito com o uso de medicamentos, de hormônios ou através de cirurgia.

Varicocele
A varicocele é a causa mais frequente de infertilidade no homem, e é caracterizada por um aumento nos vasos sanguíneos dos testículos, o que faz com aumente a temperatura da região e prejudique o desenvolvimento dos espermatozoides.

Como tratar:
Esse problema é diagnosticado através de exame físico no consultório médico, e seu tratamento é feito através de cirurgia para retirar os vasos sanguíneos aumentados. A cirurgia é simples e o paciente recebe alta no mesmo dia ou no dia seguinte ao procedimento, podendo retomar as atividades normais após cerca de 1 semana.


Infecções no aparelho reprodutor
As infecções no aparelho reprodutor masculino afetam principalmente os testículos, prejudicando a produção de sêmen e a qualidade dos espermatozoides.

Como tratar:
As infecções normalmente são causadas por bactérias, sendo tradadas com o uso de antibióticos. É importante destacar que em alguns casos a parceira do homem também precisa fazer o tratamento, para evitar a recorrência do problema.

Problemas na ejaculação
Problemas como ausência de ejaculação ou ejaculação retrógrada causam infertilidade porque o sêmen não consegue chegar ao corpo da mulher, impedindo a possibilidade de gravidez.

Como tratar:
O tratamento dessas doenças pode ser feito com o uso de medicamentos que favorecem a saída do sêmen, como efedrina ou fenilpropanolamina. No entanto, quando o tratamento medicamento não funciona, pode ser necessário fazer coleta de espermatozoides e inseminação artificial.

Alterações hormonais
As principais alterações hormonais que causam infertilidade no homem são relacionadas a:
  • Elevada produção do hormônio prolactina;
  • Baixa produção de testosterona;
  • Distúrbios da tireoide;
  • Uso de anabolizantes;
  • Radioterapia;
  • Tumores na hipófise.

Como tratar:
Nestes casos, o tratamento para a infertilidade consiste em tomar injeções de hormônios regularmente por pelo menos 3 meses, para equilibrar a quantidade de hormônios no organismo e favorecer a produção normal de espermatozoides.

Problemas genéticos
Os problemas genéticos fazem com o que homem naturalmente não tenha espermatozoides no sêmen ou que produza espermatozoides em uma quantidade muito reduzida, fazendo com que não ocorre a fecundação do óvulo da mulher.

Como tratar:
O tratamento para os casos de baixa produção de espermatozoides é feito com técnicas de reprodução assistida, onde os espermatozoides são retirados diretamente dos testículos com a ajuda de uma agulha, e depois são colocados no útero da mulher, para que ocorra a fecundação.

Outra alternativa é fazer a chamada fertilização in vitro, em que os espermatozoides do homem são unidos ao óvulo da mulher em laboratório, formando um embrião que depois é colocado no útero da mulher.


O principal exame para avaliar a infertilidade no homem é o espermograma, através do qual o médico avalia a quantidade e a qualidade dos espermatozoides produzidos.  



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.