Publicidade

Conheça 6 dificuldades que só quem sofre de ansiedade conhece e enfrenta


A ansiedade é uma alteração cerebral fisiológica que prepara as pessoas para responderem a uma situação de perigo e pode surgir mesmo quando não existe uma ameaça aparentemente real ou próxima.

De acordo com o psiquiatra Diego Tavares, a condição funciona como um mecanismo de proteção e que pode se transformar em um problema sério quando mais recorrente do que o normal, indicado por crises de ansiedade que levam a confusão mental e percepção equivocada da realidade.


Conheça os problemas comuns de quem sofre de ansiedade 

1. Cansaço e sono excessivo ao longo do dia e dificuldade para dormir à noite, uma vez que a insônia potencializa o problema e compromete o relaxamento e descanso físico e mental.

2. Alterações constantes do hábito intestinal, como prisão de ventre ou diarreia, e problemas gastrointestinais que causam dores ou desconfortos no abdômen. O fato ocorre porque o funcionamento do intestino tem grande relação com o estado emocional de uma pessoa.

3. Quem sofre de ansiedade também tem dificuldade de controlar os sentimentos de antecipação e só experimenta piora quando alguém pede para que ela se acalme e pare de pensar nos problemas. O conselho, apesar de bem-intencionado, pode aumentar o sofrimento do ansioso.

4. Dores e incômodos em diversas partes do corpo, mesmo sem esforços físicos, podem ser comuns entre pessoas ansiosas, já que as condições são provocadas por excessiva tensão muscular.

5. A ansiedade excessiva ainda pode prejudicar os resultados no estudo e no trabalho, pois dificulta a capacidade de concentração e manutenção do foco em tarefas.

6. Pessoas muito ansiosas também podem sentir constantemente dificuldade para respirar e experimentar quadros de falta de ar, mesmo sem sofrer de qualquer doença ou infecção nas vias aéreas. Isso porque a condição realmente afeta o processo respiratório e a capacidade de inspirar oxigênio.

O tratamento contra a ansiedade é multidisciplinar, ou seja, exige uso de medicamentos prescritos e terapia com psicólogos, por exemplo. O apoio de familiares, amigos e parceiros afetivos é fundamental para a superação do problema.

A maior parte dos transtornos de ansiedade tem cura, mas existem casos resistentes que exigem que a pessoa tome uma medicação para sempre.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.