Publicidade

Por que será que o meu bebê não se mexe na minha barriga?

Um dos muitos momentos especiais e esperados da gravidez é a sensação do bebê se mexendo – não à toa, muita gente pergunta se o feto já está se mexendo e pede para colocar a mão na barriga da mãe. Ao perceber os chutes da criança, a mãe acaba se tornando ainda mais consciente da vida que está se formando e estabelece com ela uma forte conexão. Mas e quando a criança não se mexe? É normal?



De acordo com a Dra. Fernanda Cristina Antunes de Araújo, ginecologista do Hospital Bandeirantes, em São Paulo, não é preciso se preocupar antes do terceiro trimestre de gestação. "É só nesse período que se começa a ter percepção total em relação aos movimentos do feto. No começo da gravidez, a sensibilidade na barriga não é tão forte, então, a mãe não sabe muito bem ainda os padrões de movimento do filho. Esses padrões é que são importantes, e só nos três meses finais é que se tem plena noção deste modelo de como a criança se movimenta. Se houver uma alteração brusca nisso, aí sim é necessário investigar", explica a médica.



A partir de qual mês o bebê começa a se mexer?



Com 20 semanas, o bebê tem por volta de 17 centímetros e 300 gramas


Por volta da 20ª semana, dependendo da sensibilidade, a grávida passa a notar uma pequena movimentação dentro da barriga, que se torna mais forte com o tempo.



Qual é a movimentação normal de um feto?


Dra. Fernanda reforça que a padronização só pode ser estabelecida depois dos cinco meses iniciais. "O normal é que o bebê se mexa seis vezes a cada uma hora. É uma média, então, não é necessário se preocupar caso ele se movimente um pouco mais ou um pouco menos, dentro de uma cadência que a mãe deve perceber". O alarme só deve ser soado, portanto, se houver uma mudança grande nesse padrão.



Por que o bebê não se mexe: o que pode ser?


Dra. Fernanda lista as duas causas mais frequentes para a ausência de movimentos dos fetos:

  • A explicação mais comum é a criança estar dormindo. "O feto, assim como nós, cai no sono. É o período do dia em que ele diminui a movimentação. O importante mesmo é que cada bebê tem um modelo de agitação e de repouso";

  • Outra razão pode ser a mãe estar muito tempo em jejum; sem nutrientes disponíveis, o feto acaba repousando, para poupar energia.

Mais raros são os problemas de vascularização da gestante, como diabetes ou hipertensão. Para este grupo de risco, a ginecologista pede mais atenção, pois o feto pode não se movimentar por não receber sangue proveniente da mãe da maneira correta.



O que fazer se meu filho não se mexe na barriga?



É importante manter a calma caso a criança não se movimente. Na maioria dos casos, ela está apenas dormindo


A médica ensina técnicas para induzir os movimentos da criança.



  • Comer bem. De preferência, algo doce, como um quadradinho de chocolate, que tem digestão mais rápida e provoca uma resposta mais veloz do seu filho.

  • Deitar sobre o lado esquerdo do corpo. Isso aumenta a quantidade de sangue que flui para o bebê, por causa da posição da vascularização da mãe em relação ao útero.

  • Concentrar-se, observar atentamente e esperar durante uma hora. Caso não haja aquela movimentação média de seis vezes, é melhor procurar um médico para investigar porque o bebê está se mexendo menos.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.