Publicidade

6 Fatores que podem gerar trombose em mulheres alem da Pílula

O uso de pílula anticoncepcional é um dos fatores mais conhecidos que aumentam os riscos de trombose. Mas além do contraceptivo, outros hábitos e condições também podem gerar a doença, caracterizada pela formação de um coágulo em uma ou mais grandes veias das pernas ou das coxas que, ao bloquear o fluxo sanguíneo, provoca na região inchaço, dores, vermelhidão e sensação de queimação.

Fatores que aumentam os riscos de trombose em mulheres



  • Sedentarismo, que compromete a circulação
  • Obesidade
  • Tabagismo
  • Diabetes
  • Pressão alta
  • Predisposição genética



Trombose: tratamentos e sequelas

Quando o paciente recebe o diagnóstico de trombose, é comum que os médicos recomendem o uso de medicamentos diluidores do sangue, tratamento de inserção de filtros na maior veia do abdômen para impedir deslocamento dos coágulos para órgãos vitais e utilizar meias de compressão para aliviar dores e inchaços provocados pela condição.

Algumas pessoas ficam com um problema de circulação crônico nas pernas chamado de Síndrome pós-trombótica, quando aparecem manchas, aumento de volume de alguns vasos e riscos maiores de ter varizes.

A trombose é uma doença séria que pode provocar amputações de membros, embolia pulmonar e, em alguns casos, leva à morte. De acordo com o Ministério da Saúde, a doença é responsável por cerca de 7,5 mil óbitos em todo o país anualmente.




Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.