Publicidade

O Hímen não rompido é normal ou pode indicar algum problema? O que fazer?


Formado no início do desenvolvimento do embrião feminino, o hímen é uma fina membrana que não possui terminações nervosas, não é fonte de prazer ou dor ou mesmo tem alguma função na proteção da vagina. Basicamente, o hímen não possui nenhuma importância biológica.

Ainda assim, por estar relacionado à virgindade da mulher, ele gera dúvidas, preocupações e alimenta tabus. A membrana normalmente é rompida na primeira relação sexual, mas, em alguns casos, ela não resulta em sangramento na penetração - o que leva muitas mulheres a acreditarem que não perderam de fato a virgindade.


Hímen que não sangra é normal?

Nem toda mulher sabe, mas existem cinco tipos de hímen: o anular (mais comum), o septado (mais resistente), o cribiforme (mais raro e resistente), o imperfurado (sem orifícios) e o complacente (elástico e que não rompe na primeira relação sexual).

Nenhum tipo de hímen indica qualquer problema de saúde e apenas sinaliza diferenças no corpo de cada mulher. Portanto, é normal não sair sangue na primeira vez que se tem sexo e importante saber, ainda, que nem sempre tem que sangrar ao deixar de ser virgem.

Se a mulher não sangra na primeira relação sexual não indica que ela não era mais virgem, mas sim que seu hímen não foi rompido, o que tampouco está relacionado a qualquer problema de saúde.

Além disso, vale lembrar que a perda da virgindade não está relacionada apenas à penetração, mas sim qualquer ato sexual que o homem ou a mulher pratique, o que inclui sexo oral, sexo anal e até mesmo preliminares.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.