Publicidade

Dieta ideal existe: cientistas definiram qual é a melhor para emagrecer e viver mais

Uma série de estudos são elaborados anualmente buscando entender e formular uma considerada "dieta ideal". Fato é que não há uma fórmula de disciplina alimentar que abarque as singularidades de cada pessoa, ou seja, nem toda dieta vai funcionar para todo mundo. Mas há um método que pode sim servir para gregos e troianos, seu nome é "Low Crap".


"Low ideal"

Há uma disputa entre as dietas Low Carb (baixo carboidrato), que reduz a quantidade de carboidrato, e a Low Fat (baixa gordura), que reduz a quantidade de gordura.

Ao desenvolver uma pesquisa que analisava ambas para pessoas resistentes e sensíveis à insulina, o pesquisador Christopher Gardner submeteu os dois grupos a uma dieta Low Crap (ou seja, "baixa porcaria", com pouca porcaria), que acabou se demonstrando como a ideal para qualquer tipo de pessoa.

Como afirma o Dr José Carlos Souto, especialista em alimentação, em seu blog: “Entre mortos e feridos, salvou-se a qualidade nutricional. É o triunfo da dieta low crap”.

O que é Low Crap?

A dieta Low Crap é praticamente um estilo de vida baseado em uma alimentação instruída por três pilares: (1) maximizar a ingestão de vegetais; (2) minimizar o consumo de açúcares adicionados, farinhas refinadas e gorduras trans; e (3) focar em alimentos integrais que tenham sido minimamente processados, densos em nutrientes, e preparados em casa sempre que possível. Nessa dieta, qualidade se sobrepõem a quantidade (calorias). De acordo com Gardner, cada dia fica mais nítido que nem todos os pacientes respondem igualmente bem a todas as dietas, e que há vários caminhos possíveis.



Com este estudo, o pesquisador levanta a possibilidade de que a Low Carb pode ser eficaz não tanto pelos motivos que Taubes (formulador da teoria) pensava, que está relacionado à insulina, e sim por melhorar (até mesmo acidentalmente) a qualidade da dieta (eliminando açúcar e farináceos, e trazendo de volta alimentos saudáveis como nozes, castanhas, abacate, carnes) que haviam sido vilificados pelas diretrizes nutricionais. O mesmo ocorre com a Low Fat. O caminho para desenvolver qualquer uma dessas dietas perpassa o método Low Crap que, aparentemente, é essencial para que qualquer dieta dê certo. 



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.