5 melhores exercícios para gestantes

Engana-se quem pensa que na gravidez não se faz exercícios físicos. Sendo assim, imagina só saber quais os cinco melhores exercícios para gestantes. Esse e muitos outros pontos relacionados ao tema, você terá acesso neste artigo.

Caso a gravidez não seja de risco, os exercícios podem ser realizados do início até o fim da gestação. Com isso, há benefícios para facilitar o parto, retorno ao peso original e mais disposição para a mulher.

Hoje em dia, os médicos obstetras indicam que a gravidez seja uma época para se fazer bastante exercícios. Porém, o mais viável é que esses exercícios sejam acompanhados por um profissional de educação física.

Caso eles não sejam feitos da forma adequada, pode implicar em sérias consequências para as mulheres e também para o bebê. Então, se você não tenha o hábito de praticar exercícios, de início, opte pelos mais leves, eles vão ajudar na adaptação.

Conheça cinco exercícios indicados para as gestantes. 
Entre os exercícios que podem ser realizados pelas gestantes, sem que apresente qualquer risco para a saúde da mãe e do bebê, estão: caminhada, corrida leve, alongamentos, bicicleta e musculação leve.

Para saber qual deles incorporar na sua rotina, preste atenção em algumas dicas:

Caminhada


A caminhada é um dos exercícios mais indicados para as mulheres que estão esperando bebê. A justificativa para tal vem a partir do baixo impacto que a atividade física proporciona.

Ele também é o mais indicado para aquelas pessoas que não realizavam qualquer tipo de exercício antes da gravidez, ou seja, as sedentárias. Porém, é preciso que essas mulheres tomem certos cuidados para evitar outros problemas.

O ideal é que a caminhada seja feita de três a cinco vezes por semana. Quanto ao horário, prefira sempre o início da manhã ou o fim da tarde, evitando o sol forte. Abuse do protetor solar e tome bastante água para hidratar o corpo. No quesito vestimentas, opte pelas mais leves e tênis confortável.

Corrida leve

A corrida leve deve ser praticada por mulheres que já seguem uma rotina de exercícios mesmo antes da gravidez. Mas, por mais experiência que se tenha, o acompanhamento de um profissional médico é indispensável.

As mulheres que optarem por essa sequência deve tomar cuidado quanto a intensidade da corrida. O ideal é respeitar o próprio ritmo, sem forçar demais. Isso vai garantir a exclusão de qualquer lesão.

O exercício pode ser realizado de três a cinco vezes por semana, sendo com duração médica de 30 minutos. A vantagem da corrida é que ela pode ser realizada durante os nove meses de gestação.

Não esqueça de passar bastante protetor solar, já que os danos provocados pelo sol podem deixar a pele manchada. A água deve ser uma companheira constante, pois o corpo precisa estar hidratado.

Alongamentos.


Assim como a caminhada, os alongamentos podem ser realizados do primeiro ao nono mês de gestação. Esse tipo de atividade física pode ser realizado por qualquer tipo de mulher, mesmo aquelas sem históricos de movimentação corporal antes da gravidez.

A rotina pode ser incorporada no dia a dia da gestante, com atividades diárias e elevação do grau de dificuldade. Para que a prática siga segura, é importante contar com auxílio de um educador físico.

Bicicleta

Devido ao crescimento da barriga, a prática desse exercício é indicada apenas para os seis primeiros meses da gestação. Depois disso, a mulher sentirá dificuldade para pedalar, sobretudo pelo tamanho da barriga.

Durante o período indicado, o exercício com a bicicleta pode ser realizada de três a cinco dias por semana. Além disso, as mulheres devem prestar atenção à frequência dos batimentos cardíacos e à sudorese, se elas seguirão de forma excessiva.

Nesse ponto, também é bom reforçar o uso do protetor solar e respeitar os horários em que o sol está mais baixo. Além de evitar possíveis queimaduras, a prática se torna bem mais prazerosa.

Musculação leve


Esse tipo de atividade proporciona melhora do condicionamento físico, sendo indicada para as mulheres que já praticam algum tipo de exercício antes da gestação. O acompanhamento profissional é imprescindível.

Para que a rotina de exercícios transcorra de forma saudável, é importante que a intensidade seja reduzida. Isso ajudará a evitar lesões no joelho, tornozelo, coluna e assoalho pélvico.

Não adianta querer imprimir a mesma rotina que costuma seguir antes da gestação, pois acabará forçando demais o corpo. Nesse ponto, você tem de pensar que o crescimento da barriga exigirá mais cuidado.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.