Publicidade

Menina de 7 anos, entra saudável em um dos Hospitais de Luanda e saí com os vírus da SIDA


A menina Emília de 7 anos, foi internada no hospital Josina Machel, “Maria Pia”, no passado dia 10 de Outubro, para ser operada de um abcesso (inflamação na bochecha) e os médicos em serviço fizeram uma transfusão de um sangue que possivelmente teria lhe infetado com os vírus do HIV/SIDA. Segundo o Pai da menina, que falava a Rádio Despertar, para o jornalista Claúdio In, alegou que a Ministra da Saúde, Sílvia Paula Lutucuta, pediu-lhe para não divulgar o caso, por se tratar de uma criança e que internamente se podia resolver o caso.

O pai explicou durante a entrevista que lhe foi solicitado que dê-se sangue para ajudar a sua filha, o mesmo deu o sangue no dia 12 de Outubro, para tentar salvar a vida da filha, mas os médicos preferiram fazer a transfusão do sangue cindo dias depois, ou seja, no dia 17.


Ao que tudo indica, a menina de 7 anos de idade, teria recebido sangue infetado com o vírus da SIDA e perante tal situação, o pai decidiu ir ao hospital para ter a certeza do estado clínico da filha, chegando lá, lhe foi confirmado pela Ministra da Saúde, que a menina está com o vírus do Sida.

No depoimento feito para a Rádio Despertar, o pai alegou que os médicos decidiram mentir a televisão Pública de Angola, ao afirmarem que o caso não aconteceu naquela unidade hospitalar, mas sim no Neves Bendinha (Hospital dos Queimados).

“Eles mentiram a TPA, dizendo que o caso não aconteceu aqui mas quando fui para lá desmenti” disse o Pai. - O pai da menina Emília, pede que se faça justiça.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.