Publicidade

Emagreça com saúde seguindo essas dicas


O inchaço é uma das queixas mais comuns nos últimos dias. Algumas pessoas acabam percebendo que ficam mais inchadas no período pré-menstrual, outras quando consomem bebida alcoólica ou quando ficam muito tempo em pé ou ate quando comem algo específico.

Na verdade as causas para esse problema são diversas e podem ser multifatoriais, por isso um rastreio adequado faz toda diferença! A solução pode ser simplesmente beber mais água e reduzir o sal, mas também pode ser a exclusão de algum alimento por no mínimo 30 dias ou a retirada do anticoncepcional.

De modo geral, o corpo responde às mudanças de clima. Em dias mais quentes é preciso equilibrar a temperatura corporal e, para isso, os vasos sanguíneos se dilatam. O efeito colateral dessa adaptação é uma menor eficiência na remoção dos fluidos corporais e a sensação de inchaço.

Vale ressaltar um detalhe importante: o sistema linfático (o grande responsável por escoar o excesso de líquido) não tem propulsor central, como acontece com a circulação sanguínea e o coração. Ou seja, para que os vasos linfáticos funcionem adequadamente é necessário estímulos externos positivos, tais como atividade física, consumo adequado de água, dieta equilibrada, consumo de alimentos que ajudem a eliminação de toxinas, essas são algumas estratégias para melhorar a retenção e assim ficar em paz com a balança.

Mas se você ainda não sabe por onde começar, que tal essas dicas:

  • Multiplique 0,35 pelo seu peso. Essa é a quantidade de água que você deve beber por dia;
  • Não acrescente sal na comida, muito menos temperos prontos! Tente o gersal ou sal de ervas;
  • Faça um consulta médica e peça exames de rotina e de intolerância alimentar;
  • Faça estratégias de detoxificação sempre que se sentir inchada;
  • Faça massagens especializadas 1x por semana;
  • Inclua Chá de hibisco com cavalinha na sua rotina por um período. Eles são excelentes diuréticos naturais;
  • Consuma todos os dias pelo menos 2 alimentos dessa lista: pepino, agrião, salsão, brócolis, melão, melancia, abacaxi e oleaginosas.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.