8 razões pelas quais você tem sangramento após o sexo



Sangrar após o sexo, uma condição que os médicos chamam de co-sangramento, é um sintoma que frequentemente ativa alertas entre as mulheres. Embora seja normal sangrar após a primeira relação sexual devido à rutura do hímen, sofrer esse sintoma em outros momentos deve ser motivo de preocupação.

Embora nem sempre indique um problema sério, às vezes é o sinal de alerta de algumas doenças do sistema reprodutivo. Além disso, pode ser acompanhado de dor e irritação, tornando-se um obstáculo para desfrutar plenamente da vida sexual.

O que pode estar escondido por trás desse sintoma? Por que é importante cuidar disso? Embora possa ser algo de caráter leve e esporádico, é muito importante saber sua origem. Portanto, em seguida, queremos compartilhar 8 possíveis causas que poderiam explicá-lo.

Razões pelas quais você tem sangramento após o sexo

Sangramento vaginal que não corresponde ao período menstrual deve ser assumido como algo sério e atencioso. É verdade que nem sempre aparece como resultado de uma patologia grave ou lesão; no entanto, merece uma avaliação ginecológica para ser mais segura.

Em algumas mulheres, o sintoma gera um pouco de constrangimento devido aos tabus que ainda se mantêm sobre o sexo. No entanto, para evitar qualquer complicação, é essencial informar o médico para que ele possa fazer as verificações pertinentes. Quais são suas possíveis causas?

1. Relacionamentos sexuais intensos

Relações súbitas ou selvagens são geralmente os principais gatilhos de sangramento após o sexo. Embora seja normal aproveitar o encontro de uma maneira intensa, às vezes as fortes penetrações causam a quebra dos vasos sanguíneos localizados na parede da vagina.

Muitas vezes, esse tipo de sangramento para rapidamente, como acontece com qualquer outro ferimento. No entanto, se for prolongada ou se tornar recorrente, é melhor consultar o médico.

2. Doença inflamatória pélvica

A doença inflamatória pélvica é a consequência de uma doença sexualmente transmissível que não foi detectada em tempo hábil. Geralmente ocorre devido a infecções, como clamídia, gonorréia ou tricomoníase. No entanto, alguns casos são causados ​​por infecções que não são contraídas sexualmente.

Além do sangramento pós-coito, você deve estar ciente de outros sintomas, como dor pélvica, ardor durante a micção ou inchaço abdominal. A consulta é importante porque às vezes é confundida com problemas comuns, como cistite.

3. Endometriose

Mulheres com endometriose podem ter sangramento após o sexo recorrentemente. Esta doença ocorre quando o tecido endometrial cresce fora do endométrio. Como resultado disso, a menstruação dolorosa, a dor durante a relação sexual ou a defecação também podem ocorrer.

4. Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)

As doenças sexualmente transmissíveis devem ser consideradas como um possível gatilho para o sangramento pós-coito. Embora muitos passem de modo assintomático, algumas vezes causam complicações que desencadeiam essa e outras manifestações (dor, irritação, secreções).

Sua atenção oportuna é decisiva no tratamento, pois quanto mais cedo eles forem detectados, melhor será o prognóstico. Portanto, em caso de sexo desprotegido, é importante consultar o médico quando ocorrer um sinal mínimo de aviso.

5. Problemas hormonais

Um desequilíbrio hormonal pode causar o que é conhecido como hemorragia uterina disfuncional (HUD). É frequentemente a origem do sangramento após o sexo entre mulheres jovens ou menopausadas. Seu tratamento varia de acordo com a idade e gravidade com que ocorre.

6. Mioma ou pólipo uterino

Tanto os miomas quanto os pólipos apresentam sintomas que incluem sangramento vaginal anormal. De fato, muitas de suas manifestações são semelhantes e muitas vezes confusas. No entanto, enquanto os pólipos são removidos com cirurgia, os fibróides podem ser combatidos com outros tipos de tratamentos.

7. Câncer Cervical

Em muito poucos casos, o sangramento após o sexo indica o desenvolvimento de câncer. No entanto, não deve ser esquecido que também pode ser a manifestação do câncer do colo do útero ou outro câncer do sistema reprodutivo. Se o sintoma é frequente, uma citologia vaginal pode resolver a dúvida.

8. Candidíase vaginal

Sangramento da candidíase vaginal ocorre quando a infecção é grave ou não controlada. Esse problema afeta a vulva e a torna suscetível a lesões durante a relação sexual. A causa da hemorragia é a irritação externa que ocorre durante o contato sexual.

Você está tendo este sintoma depois de ter relações sexuais? Você tem um mau cheiro, coceira ou qualquer outro sinal de aviso? Em seguida, consulte seu ginecologista de confiança assim que possível. Como pode ser um problema sério, é melhor solicitar testes para determinar sua causa.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.