Novo exame de sangue permite detectar o cancro da mama

Segundo o portal da Mulher Contemporânea, pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, e do Instituto Walter e Eliza Hall, na Austrália, desenvolveram um exame de sangue que pode detetar a presença de oito tipos diferentes de cancro (câncer), incluindo cancro (câncer) da mama. 

O exame de sangue Cancer SEEK pode detetar pequenas quantidades de ADN alterado e proteínas libertadas de células cancerígenas no sangue. Conhecido como uma biópsia líquida, o teste pode ser realizado ao mesmo tempo que um exame de sangue de rotina. É um procedimento muito menos invasivo do que uma biópsia, em que uma agulha é inserida num tumor sólido para confirmar um diagnóstico de cancro (câncer).


Segundo os pesquisadores, o teste é adequado para mulheres de qualquer idade, mas é mais indicado para aquelas com idades inferiores a 50 anos e para mulheres com risco familiar de cancro (câncer) de mama.

“O exame de sangue desenvolvido pela nossa equipa de pesquisadores oferece uma nova e revolucionária oportunidade para detetar o cancro (câncer) no seio de forma rápida e não invasiva usando biomarcadores no sangue”, afirma o diretor médico, Christof Sohn do Hospital Universitário Feminino.

O procedimento baseado no sangue reduz a carga sobre os pacientes, já que não é doloroso e não requer exposição à radiação, segundo a professora Sarah Schott, chefe da secção de Ginecologia Translacional e chefe da secção de Cancro Familiar do Hospital Universitário Feminino.

A equipa observou que o teste pode ser usado para identificar o desenvolvimento de cancros metastáticos e em estágios iniciais, bem como para a monitorização a longo prazo. Esse tipo de informação reunida usando o teste pode ser usado para melhorar a resposta ao tratamento.

Heidelberg University Hospital criou uma empresa spin-off chamada HeiScreen para trabalhar na comercialização do teste, que está atualmente sob revisão para a certificação CE.  



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.