Quanto mais rugas você tem na testa, maior o risco de morrer desta doença.

A conclusão até faz sentido, considerando que as rugas estão historicamente associadas a preocupações, que, por sua vez, afetam a qualidade de vida, os níveis de stress e, por consequência, a saúde do coração.


A líder da pesquisa, Yolande Esquirol — professora associada de Saúde Ocupacional no Centro Hospitalar Universitário de Toulouse, em França —, ressalta que o objetivo não é alarmar a população e que nem todas as pessoas com rugas na testa estão prestes a sofrer um enfarte.

A cientista sublinha que existem outros fatores que também contribuem para o aparecimento dessas marcas na pele, como genética, tabagismo, rotina de cuidados com a a derme e exposição ao sol, entre outros. De qualquer forma, é sempre válido seguir a recomendação padrão dos médicos e visitar regularmente o cardiologista a partir dos 40 anos.

Adicionalmente, tome nota, não é a primeira vez que um tipo de ‘dobra’ é relacionado a problemas cardíacos. A saber, aquela ‘dobra’ no lóbulo da orelha pode indicar também algum tipo de disfunção na área.

No caso da testa, para chegar a essa conclusão, os investigadores analisaram mais de 3,2 mil pessoas adultas, com as seguintes idades: 32, 42, 52, e 52. Todos os participantes envolvidos no estudo passaram por um exame detalhado. Incluindo contagem e medição de número e profundidade de cada vinco.


Cada voluntário foi acompanhado por 20 anos, período em que 233 dos participantes morreram de causas diversas. Dentre essas pessoas, o índice de mortes por motivos cardíacos foi 10 vezes maior em indivíduos com mais rugas na testa, o que levou os investigadores a conectarem um facto a outro.

Ainda em fase de síntese para publicação em periódicos científicos, o estudo está atualmente em andamento e pretende servir como base para análises mais aprofundadas no futuro. Por enquanto, fica o alerta para que todos os indivíduos consultem um cardiologista periodicamente, especialmente se as rugas mais profundas começarem a aparecer precocemente.

"Uma pesquisa inédita sugere que, quanto mais rugas tem na testa, maior é a probabilidade de ser vítima de uma doença cardíaca fatal."



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.